Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Disciplina aliada ao talento

Publicado: terça-feira,11 de setembro de 2007
Por: Karlos Felipe

O zagueiro Hugo vem enchendo os olhos do torcedor do santa Cruz na Série B 2007. Eficiente no desarme, dono de um bom passe e de um seguro senso de posicionamento, que o leva a se antecipar aos adversários, o prata-da-casa, de 18 anos, também é dono de uma qualidade rara entre jogadores de defesa: a disciplina.

Hugo começou jogando em dez partidas nesta Série B, tendo entrado em mais quatro no decorrer, participando assim de 14 dos 24 jogos do Santa. Incrivelmente, o zagueiro recebeu apenas um cartão amarelo, no primeiro tempo do empate em 2x2 com o CRB, em Maceió.

Mesmo assim, trata-se de uma advertência contestável, já que, no lance, o atacante regatiano Junior Amorim se projetou contra Hugo. O árbitro interpretou como se o zagueiro coral tivesse obstruído a passagem do atacante. A marca de Hugo chama ainda mais atenção quando comparada ao restante do elenco.

O Santa Cruz já tomou 93 cartões amarelos nesta Série B, distribuídos para 31 atletas diferentes, uma média de 3,8 cartões por jogo. Expulsões foram apenas três, as de Romeu (Vitória, na 11ª rodada) e Carlinhos (Ceará, 14ª rodada), ambas pelo segundo amarelo e a de Oliveira (Barueri, 21ª rodada), única por vermelho direto.

Do atual elenco, apenas quatro atletas – dos que atuaram mais de uma vez – ainda não foram advertidos: Alexandre Vila, Max, Johnson e Creedence. Com apenas um cartão, além de Hugo, estão Gottardi, Josemar, Aldo, Marquinhos Caruaru e Amaral Recife, além de atletas que já deixaram o clube, como Miro Bahia, Adauto, Wendell e Márcio Tarrafas. A diferença gritante é o número de atuações desses jogadores comparadas com as de Hugo.

De todos citados, o que mais jogou foi o goleiro Gottardi, dono de uma posição que praticamente não exige contato com os adversários. Para ficar mais claro, os também zagueiros Aldo e Josemar, com quatro e duas atuações, respectivamente, levaram a mesma quantidade de advertências que Hugo levou 14 participações para receber.

Do lado dos mais indisciplinados, são jogadores do sistema defensivo que aparecem. O recordista é o zagueiro Marcelo, com sete cartões, seguido de perto pelo também zagueiro Alan, que já foi dispensado, que levou seis, mesma quantidade do volante César Baiano. Outro na lista dos mais indisciplinados é o artilheiro Marcelo Ramos, também com seis amarelos.


Essa disciplina de Hugo vem desde a base, apesar de ter sido melhorada com o tempo. O zagueiro conta que, jogando pelos juniores, nunca precisou cumprir suspensão automática pelo terceiro amarelo, porém, foi expulso quatro vezes.

Desde quando estreou na equipe profissional do Santa Cruz, no dia 9 de novembro do ano passado, o zagueiro Hugo vem conquistando a confiança da torcida tricolor. Então com apenas 17 anos, o prata-da-casa foi um dos destaques da goleada coral naquele dia, sobre o Cruzeiro, por 4x1, pela Série A 2006.


Mostrando muita personalidade e um futebol de classe, o zagueiro - que chegou ao Santa Cruz em 2005, vindo de Itabaiana, interior de Sergipe – se manteve em alta com a torcida em 2006, graças às boas atuações, que o levaram a assumir a titularidade na Série B 2007.

Compartilhe:

Disciplina aliada ao talento

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.