Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Entrevista com o volante Andrade

Publicado: segunda-feira,7 de junho de 2004
Por: CoralNET

O volante Andrade está voltando aos gramados após um ano de fora por motivo de contusão. A CoralNET em um momento de descontração do atleta aproveitou para entrevistá-lo.

Andrade, o que você está esperando da sua volta aos gramados visto que clinicamente você já está liberado e só está faltando agora a regularização. O que a torcida tricolor pode esperar de você já que você vinha numa fase muito boa quando veio aquela contusão?

Eu vinha numa fase muito boa realmente antes de me machucar, a torcida vinha me apoiando e eu espero ter o mesmo apoio agora no meu retorno. Apoio de uma torcida que quando eu estava jogando me estimulava e quando eu estava machucado chegava junto dando força para eu voltar logo, falavam sempre que eu estava fazendo falta. Lembrando que aqui no Santa Cruz tem outros volantes bons mas eu estou bem, estou alegre e muito feliz, voltando agora após um ano difícil e espero agora esquecer o passado, apagar esta contusão, apagar as coisas ruins e daqui pra frente só pensar e fazer coisas boas.

E quanto a questão da segurança, colocar o pé numa dividida mais forte ou chutar uma bola com mais força, como você está a respeito disso?

Em termos de confiança eu estou legal, é claro que nos treinos eu não vou entrar numa dividida como eu vou fazer no jogo, entro sempre com cautela, mas tenho certeza que na hora da partida vou dividir como antes, até porque a torcida gosta de jogador que tem raça, que se empenha e eu sou atleta deste tipo. Não vai ser por causa de uma contusão que eu vou deixar de entrar forte. Vou continuar me esforçando e agora usando um pouco de malícia, no bom sentido, para me prevenir de choques como o que eu tive, o que eu não desejo para ninguém, nem pro João Carlos, meu xará do Recife, que foi quem me machucou.

Quando você saiu do time além de estar numa boa fase como volante você também vinha bem como cobrador de faltas, inclusive fazendo gol contra o Náutico na decisão do turno nos Aflitos, e com a saída de Iranildo o Santa CRuz está carente de um bom cobrador, você pensa em assumir esta responsabilidade?

Realmente o Iranildo tinha um dom e era um excelente cobrador de falta, e eu penso em substituir ele, tanto que sempre chego mais cedo e saiu mais tarde dos treinos cobrando faltas. Procuro sempre trabalhar isto no meu dia-dia, chego lá, coloco a barreira e treino o máximo que eu posso. Eu espero, sinceramente, caso tenha oportunidade de jogar e bater um falta, converter pois eu tenho esta qualidade e sei fazer.

O Santa Cruz contratou recentemente dois laterais direitos porém o treinador continua carente na posição pois o Gilmar atua nos dois lados do campo. Caso o treinador precise você se sentiria a vontade de jogar nesta posição?

O importante para mim agora é o rítimo de jogo, não importa em que posição, se na lateral ou na meia, eu quero é jogar. Claro que eu prefiro jogar de volante, mas se ele me colocar na lateral eu vou procurar ajudar o time e vou dar o meu máximo. Afinal jogador até de goleiro se você colocar ele está feliz, o importante é estar jogando.

Você já treinou nesta posição?

Já treinei e já joguei. Nâo é uma posição que tem muito mistério, mas exige um pouco de fôlego e vitalidade pois você tem sempre que está indo ao fundo cruzar além de marcar. Caso surja uma oportunidade não será nenhum bicho de sete cabeças.

Compartilhe:

Entrevista com o volante Andrade

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.