Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Entrevista com o meia Rosembrick

Publicado: segunda-feira,13 de setembro de 2004
Por: CoralNET

Natural de São Lourenço da Mata, cidade do interior de Pernambuco, Rosembrick José Bezerra de Lira, é o novo xodó da torcida tricolor.

Dono de um físico franzino, poucos conseguem acreditar que Rosembrick jogue futebol profissionalmente. Aos 24 anos, o jogador que tem 1,82m de altura, pesa apenas 61 kg, no campo se transforma em um gigante com a bola no pé.

O repórter Jota Santana da CoralNET aproveitou o treino físico na praia para entrevistar o atleta.

Rosembrick é um apelido ou é do seu nome mesmo?

Meu nome é realmente Rosembrick. Foi uma homenagem de meu pai e meu tio a um jogador que se destacou em uma Copa do Mundo, mas que infelizmente não tenho detalhes sobre ele.

Como foi o início da sua carreira?

Comecei no Sport Club do Recife em 1996, de lá fui para o Ferroviário de Fortaleza e depois passei curtos períodos em diversos times. Tenho uma longa história já no futebol.

Você saiu do Sport como um atleta indisciplinado, isto é verdade?

Recentemente saí do Sport como indisciplinado, sim. Mas mostrei aqui no Santa Cruz que o que falaram de mim lá não era verdade. Estou dando exemplo aqui no Arruda e tenho certeza que eles se arrependeram.

Como foi sua vinda para o Arruda?

Joguei o campeonato pernambucano pela AGA e me destaquei, no fim do campeonato fui levado para o Vitória da Bahia, mas tive problemas ao assinar o contrato. Vim para o Santa para um período de testes e o grupo me aceitou de braços abertos.



Como você recebeu a notícia da sua contratação?

Eu já estava confiante pelo trabalho que realizei nos testes, todo os jogadores vinham me dando força. Depois que Roberval me deu a notícia passei a me empenhar mais ainda nos treinamentos.

Você pensava em jogar no Santa Cruz?

Todo jogador de clube pequeno sonha em um dia jogar num clube como o Santa Cruz.

Você conquistou a torcida tricolor em pouco tempo, como se sente a respeito disso?

Para mim isso foi muito gratificante, trabalho forte e mostro minhas qualidades diariamente, assim, sinceramente espero o retorno da torcida. Recebo muita força também dos outros atletas e da imprensa, só não posso deixar cair agora.

É importante participar de um grupo unido como esse?

É o mais importante! Aqui no Santa, só não joga bola quem não sabe, porque a força que este grupo dá e tem é incrível. Roberto, Curê, Aílton, os mais experientes, chegam e conversam com nós os mais novos e nos deixam tranqüilos para mostrar nosso futebol.

Qual a sensação de fazer o primeiro gol?

Eu acho que até agora não senti algo igual, a vibração da torcida é demais. Vou tentar repetir isso diversas vezes.

O que você espera do futuro?

Espero o que todo mundo espera, ter meu próprio sustento, minha casa e poder ajudar minha família. Andar com o pé no chão, respeitar e ser respeitado por todos.

Você tem algum ídolo no futebol?

Sim, sou fã do Ronaldo Fenômeno.

Quem é seu empresário e até quando vai o seu contrato com o Santa Cruz?

Meu empresário é um amigo chamado Francisco e meu contrato vai até maio de 2005.

Qual a mensagem que você deixa para os internautas da CoralNET?

Estou trabalhando de coração pelo Santa, tenho sentido a força e o carinho desta torcida e não quero deixar de sentir isso nunca. Fiquem certos que eu e meus companheiros vamos dar muitas alegrias a vocês.

Compartilhe:

Entrevista com o meia Rosembrick

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.